LOADING

Type to search

Possíveis candidatos ao Vezina Trophy

Análise Opinião

Possíveis candidatos ao Vezina Trophy

Share
Connor Hellebuyck, principal candidato para levar o Vezina Trophy.

O Vezina Trophy é o troféu dado ao melhor goleiro da temporada regular. Um dos prêmios mais históricos da NHL, antigamente ele era entregue ao goleiro que tivesse a melhor média de gols cedidos (GAA). Agora, ele é simplesmente dado ao melhor goleiro da Liga, sendo possível basear esse critério de acordo com a vitórias, ou com o save percentage (SV%) do jogador, além da própria GAA.

Diferentemente dos outros prêmios, definidos pela Professional Hockey Writer’s Association (PWHA), o Vezina Trophy é votado por todos os 31 General Managers da NHL.

O último vencedor foi Andrei Vasilevskiy, do Tampa Bay Lightning. Com a temporada na reta final, resolvemos mostrar quais os principais goleiros no radar do Vezina Trophy este ano.

Connor Hellebuyck (Winnipeg Jets)

Connor Hellebuyck, candidato ao Vezina Trophy
Connor Hellebuyck, principal nome na disputa pelo Vezina Trophy (Foto: John E. Sokolowski/USA TODAY Sports)

Primeiramente, o americano Connor Hellebuyck, do Winnipeg Jets, é considerado o favorito para levar o Vezina. Este seria seu primeiro prêmio na carreira.

Era de se esperar que o Winnipeg Jets sofresse nessa temporada, afinal muitos de seus defensores foram embora do time na offseason. Jacob Trouba foi trocado, e Tyler Myers e Ben Chiarot viraram free agents e acabaram não renovando com o Jets.

Entretanto, graças a Hellebuyck, os Jets estão conseguindo ter uma temporada boa, apesar de tais fraquezas. De todos os goleiros, Hellebuyck foi quem mais teve partidas em 2019-20. Ele jogou 42 jogos, até agora. O recorde dele à frente das redes é de 22-16-5, juntamente com uma SV% de .919 e um GAA de 2.71.

Comparando com os outros goleiros, essas estatísticas não parecem tão boas, já que há outros com porcentagens melhores. Porém, é necessário considerar também que os Jets têm em média poucos riscos ofensivos.

Além disso, o que realmente destaca o americano dos demais é que, por estar em um time no qual a defesa é fraca, seus esforços para parar pucks são mais do que necessários e são impressionantes. Por isso, comparando com os demais, ele é de fato um dos maiores favoritos a faturar o troféu.

Darcy Kuemper (Arizona Coyotes)

Foto: Christian Petersen/Getty Images

O Arizona Coyotes possui um recorde de 27-21-7 (61 pontos) e está atualmente atrás, por 4 pontos, do primeiro lugar na Divisão Pacífica. O time pode finalmente terminar o jejum de playoffs após 7 anos, e muito se deve aos esforços do goleiro canadense Darcy Kuemper.

Kuemper jogou 25 partidas, das quais ele saiu vitorioso em 15 e perdeu 8. O SV% dele é de .929 e a média de gols cedidos, 2.17 por jogo. Juntamente com o goleiro reserva Anti Raanta, os dois têm 147 gols sofridos, ficando em 3° lugar na divisão. Além disso, ambos tiveram 2 shutouts consecutivos, algo que não acontecia desde 2012.

Kuemper teve sua temporada espetacular brevemente interrompida ao ficar de fora de alguns jogos por conta de uma lesão. Entretanto, ele é esperado para voltar nas próximas partidas, e o Coyotes precisam de seu goleiro titular para conseguirem garantir definitivamente seu lugar nos playoffs. E mesmo assim, com essa lesão, Darcy Kuemper não saiu do radar do Vezina Trophy e ainda é um dos grandes favoritos.

Ben Bishop (Dallas Stars)

Foto: Jerome Miron/USA TODAY Sports

Ben Bishop aparece pelo segundo ano consecutivo como um possível candidato ao Vezina. Mas, diferentemente do ano passado, Bishop parece ter mais chances de faturar o prêmio nesta temporada.

Isso porque ele se encontra atualmente com uma média de SV% em .925%, a 5° melhor da Liga. Seu recorde, em 36 jogos, é de 18-11-4 e a média de gols cedidos é de 2.36. O que fez Bishop perder ano passado para Andrei Vasilevskiy foi o fato do russo ter tido mais vitórias (39) em mais jogos (53), enquanto o americano disputou 46 jogos e ganhou 27.

Vale ressaltar que os GMs estão cada vez mais valorizando um bom trabalho em conjunto aos goleiros backups do que simplesmente um goleiro que possua todo o trabalho sozinho, então a possibilidade de Bishop ganhar mesmo tendo jogado menos que os demais é real.

Ele é, estatisticamente, um dos melhores em sua posição. Justamente por ser o mais velho da lista, com 33 anos, e ainda com bons números que o equiparam aos demais finalistas mais jovens, já seria digno de levar o troféu.

Mas, diferentemente do ano passado, a votação para o prêmio poderá ser mais acirrada, fazendo com que Bishop talvez não leve o Vezina por muito pouco.

Andrei Vasilevskiy (Tampa Bay Lightning)

Andrei Vasilevskiy, candidato ao Vezina Trophy
Foto: Icon Sportswire/Getty Images

O atual campeão do Vezina Trophy lidera a NHL com 26 vitórias. Após ter ganhado o troféu na temporada de 2018-2019, com 39 vitórias em 53 jogos, o começo de temporada do russo não foi dos melhores.

Antes do Natal, o SV% e os gols cedidos de Vasilevskiy não entravam no top 30 dos goleiros da Liga. Ele tinha uma porcentagem de .822 e, de 135 shots encarados, 24 foram gols. Estas são características consideradas medianas para um goleiro de elite.

Todavia, um mês depois, Vasilevskiy pareceu ter mudado o rumo das coisas. Ele ainda não perdeu em tempo regulamentar desde o dia 14 de dezembro, e um dos principais motivos do Tampa Bay Lightning ter virado o jogo foi por conta dele. Suas estatísticas estão boas, com um SV% de .917 e uma média de 2.53 gols cedidos. Seu recorde é de 27 vitórias e 9 derrotas.

Mesmo com muito talento à frente, com bons defensores e atacantes, Vasilevskiy não pode ser desconsiderado dessa lista. Afinal, sem ele, Tampa não teria conseguido 10 vitórias consecutivas e nem ter se recuperado de um péssimo começo de temporada.

Tuukka Rask (Boston Bruins)

Foto: Bruce Bennett/Getty Images

Tuukka Rask poderia faturar o segundo Vezina Trophy de sua carreira essa temporada. Isso porque, aos 32 anos, Rask é um dos goleiros mais consistentes da Liga e também é muito responsável pela boa temporada que o Boston Bruins faz.

Seu recorde até agora é de 19 vitórias e somente 4 derrotas em tempo regulamentar. Com isso, ele tem um SV% de .929% e a GAA de 2.15.

Porém, Tuukka Rask está fora dos rinques desde 14 de janeiro, por conta de uma concussão. Antes da lesão, ele deixou entrar apenas 2 gols ou menos por partida em 6 jogos. O finlandês tem a característica de conseguir permanecer calmo em momentos de muita pressão, quando enfrenta muitos shots perigosos em sua direção.

Dessa forma, mesmo não sendo considerado um dos grandes favoritos ao prêmio, não citar ele nessa lista seria um erro, pois somente o fato de ter apenas 4 derrotas em tempo regulamentar mostra o porquê dele ser considerado um goleiro de elite.

Foto: PR_NHL/Twitter

Tags:

1 Comment

  1. jbsj 6 de Fevereiro de 2020

    Meu voto: Andrei Vasilevskiy.

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

PortugueseEnglish
%d bloggers like this: